top of page
  • Foto do escritorDeallink

Tendências para o mercado M&A em 2023

Atualizado: 22 de abr.

Empresas buscam sempre se manter firmes no mercado de várias formas. Sempre procuram saber quais as últimas tendências para que possam tentar aplicá-las em seus planejamentos de negócio.

Isso tem acontecido frequentemente, uma vez que a tecnologia se inseriu no mercado de uma maneira que praticamente as obrigou a adotar novos métodos de serviços e contratar pessoas mais especializadas para não perder espaço entre os concorrentes.

Muitas delas unem forças entre si através do modelo de fusões e aquisições, também conhecido como M&A. Uma união que pode se dar por mais de uma forma, com vista a fortalecer seus negócios.

Fusões envolvendo principalmente empresas privadas levam consigo uma grande quantidade de questões importantes, principalmente em relação ao mercado, à justiça, aos recursos humanos e ao aporte financeiro.

Vários problemas podem surgir e é necessário compreender a dinâmica da situação, para que; aquelas envolvidas possam obter sucesso em uma fusão e descobrir aquilo que mais pode ser extraído com essa decisão.

E esse mercado de M&A não vale apenas para empresas de grande porte. As startups também estão dentro dessa realidade, uma vez que essa escolha pode favorecer bastante seu tipo de negócio.



A realidade do mercado de M&A para 2023

Há muitos fatores pesando em relação a esse mercado para o novo ano. Houve uma queda de 35% nas negociações feita em 2022, fazendo pensar que essa será uma tendência que irá se estender para os próximos meses.

Alguns dos fatores que podem contribuir para esse cenário estão o aumento da taxa de juros e a alta inflação que atinge todo o mundo. Além disso, a crise política e o pouco crescimento econômico das regiões da América Latina também influenciaram na queda das transações e dos negócios.

Porém, consultorias conseguem vislumbrar um cenário de oportunidades mesmo em meio a este ambiente desafiador que surgiu. Ainda há setores do mercado que continuam chamando muita atenção de investidores, como as áreas de energia, alimentação e infraestrutura.

Em 2023 será necessário reajustar estratégias por ter que enfrentar um mercado muito mais volátil. Haverá um investimento maior em capital humano, visto que as empresas precisarão de muitos funcionários.

Isso permite também que as empresa do mercado de M&A adotem estratégias mais eficientes no que diz respeito à aquisição de mais talentos para seus negócios. Isso surge como um ponto positivo para enfrentar a situação atual.



Expectativas para o mercado no Brasil

Muitos podem pensar que com um cenário tão caótico ocorrendo atualmente, o mercado de M&A pode não apresentar uma perspectiva muita positiva para as empresas. O mundo inteiro está precisando encarrar desafios que parecem não ter fim.

Mas, como já dito anteriormente, há cenários de positividade, mesmo em meio ao caos. É sim possível pensar em transações de M&A nesse momento. Porém, é preciso enxergar todas as oportunidades que podem ser aproveitadas.

Esse cenário atual irá moldar muitos setores pelos próximos anos. O que deve ser feito é revisar as políticas de M&A, considerando tudo o que está acontecendo atualmente. Só dessa forma os gestores irão ter uma ideia real de todos os resultados que poderão obter daqui para frente.

No Brasil, há uma perspectiva positiva sobre esse mercado. A tendência dos mercados em transações em alta deve continuar em 2023. Além disso, um novo governo também deve mudar bastante a situação.

Os olhos do mercado internacional voltaram a se fixar no país procurando por novas oportunidades de negócio. Como dito anteriormente, isso permite o desenvolvimento de novas estratégias, dando novos passos para se preparar para o que o mercado reserva nesse novo ano.

Para que essa seja uma empreitada de sucesso, no entanto, é importante que as empresas possam contar com a ajuda de profissionais consultores especialista no mercado M&A. Além disso, ter objetivos muito bem definidos para garantir uma transação segura com muito potencial, que possa gerar ótimos resultados.



Quais serão as principais tendências?

Algumas tendências sobre o mercado M&A são esperadas para o ano de 2023, de maneira global. Isso vai permitir mostrar onde se encontrarão as oportunidades que as empresas buscam.

  1. O efeito gerado pela expectativa de recessão da economia que muito vem preocupando os investidores pode fazer com que compradores deixem de lado as grandes transações financeiras para começar a voltar seus olhos para mercados menores e que sejam mais acessíveis. Essa é uma tendência que pode ser observada desde o fim do ano de 2022, no qual transações milionárias começaram a diminuir consideravelmente em relação ao mesmo período no ano de 2021;

  2. Poderá haver também um considerável número de empresas que irão se desfazer de ativos não essenciais devido às dificuldades macroeconômicas. Isso faz com que elas passem a buscar por valores de longo prazo, podendo aumentar a linha de produtos e serviços reduzindo o preço a ser cobrado;

  3. A tecnologia também continuará a desempenhar um papel fundamental nos negócios. O mercado M&A deve buscar principalmente por inovações tecnológicas que englobem machine learnig e inteligência artificial. Esse é um ponto no qual o mercado de fusão e aquisição de empresas pode se tornar muito útil, uma vez que podem juntar esforços para acompanhar todas as novidades apresentadas e que fazem toda a diferença para o seu desenvolvimento;

  4. As operações de M&A também serão fundamentais para manter sua resiliência operacional em vista do impacto que a interrupção na cadeia de suprimentos provocada pela pandemia provocou nos negócios. A união entre empresas poderá fortalecer os esforços feitos durante os últimos anos, passando a investir mais nos setores mais afetados, localizando fornecedores mais próximos, querendo obter mais segurança;

  5. Outro ponto importante a ser levantado, é a questão da sustentabilidade, a qual diversas empresas recentemente têm se envolvido. Também conhecido como ESG (Environmental, Social and Governance), ou Governança Ambiental, Social e Corporativa. Essa é uma área social que milhares de empresas têm realizado projetos em torna dela, entrando também na pauta do mercado M&A. Elas esperam poder aumentar seu envolvimento nessa pauta devido ao crescente surgimento de investidores, além de também se relacionar com a transparência adotada pelas empresas perante os seus consumidores.

Comments


E-books

CTA_01-1-250x300.png
bottom of page