top of page
  • Foto do escritorDeallink

Cases de sucessos em M&A: quais marcas se deram bem?

Atualizado: 19 de abr.

Em um contexto globalizado e competitivo, a análise de casos bem-sucedidos oferece insights valiosos para profissionais e líderes em busca de inspiração e aprendizado.

Portanto, ao longo deste texto, exploraremos como gigantes do mercado, alcançaram êxito em suas operações de M&A, analisando os aspectos fundamentais de suas estratégias e os resultados obtidos após a realização dessas transações.



Disney e a aquisição da Marvel


Antecedentes da aquisição

Em 2009, a Walt Disney Company anunciou a aquisição da Marvel Entertainment por aproximadamente US$ 4 bilhões, marcando um momento histórico na indústria do entretenimento.

A Marvel, conhecida por seu vasto universo de super-heróis e histórias em quadrinhos, enfrentava dificuldades financeiras e buscava soluções para alavancar seu potencial.

A Disney, por sua vez, visava expandir seu portfólio de propriedades intelectuais e diversificar sua oferta de conteúdo.


Impacto na indústria cinematográfica e no universo de super-heróis

A aquisição da Marvel pela Disney gerou um impacto significativo na indústria cinematográfica, dando origem ao bem-sucedido Universo Cinematográfico Marvel (MCU).

A partir dessa união, a Marvel Studios passou a contar com o suporte financeiro e a expertise da Disney para desenvolver e produzir filmes de grande sucesso, como "Os Vingadores" e "Pantera Negra".

Além disso, a parceria permitiu a criação de séries de TV e outras formas de entretenimento relacionadas aos personagens da Marvel, expandindo ainda mais o alcance dessas propriedades intelectuais.

O MCU tornou-se um fenômeno cultural e comercial, transformando a forma como os filmes de super-heróis são produzidos e consumidos.

A estratégia de construção de um universo compartilhado, com histórias interligadas e personagens que se cruzam em diferentes filmes, consolidou a posição da Marvel como líder no gênero e inspirou outras produtoras a adotarem abordagens semelhantes.


Resultados financeiros e expansão do negócio

A aquisição da Marvel provou ser extremamente rentável para a Disney. Os filmes do MCU arrecadaram bilhões de dólares em bilheteria, contribuindo significativamente para os resultados financeiros da empresa.

Além disso, a parceria gerou oportunidades de negócios em outras áreas, como merchandising, parques temáticos e streaming de conteúdo.

A plataforma Disney+ tornou-se um importante canal de distribuição para o conteúdo da Marvel, com séries exclusivas e produções originais que atraem assinantes e fidelizam os fãs.

A união entre Disney e Marvel também expandiu o universo de personagens e histórias disponíveis para os parques temáticos da Disney, proporcionando experiências únicas e imersivas para os visitantes.


Microsoft e a compra do LinkedIn


Motivações por trás da aquisição

Em 2016, a Microsoft anunciou a aquisição do LinkedIn, a maior rede social profissional do mundo, por US$ 26,2 bilhões. A transação foi a maior aquisição já realizada pela Microsoft e uma das maiores no setor de tecnologia.

As motivações por trás da aquisição incluíam a expansão do ecossistema de produtos e serviços da Microsoft, o acesso a uma base de usuários altamente engajados e a oportunidade de fortalecer sua posição no mercado de soluções empresariais e de produtividade.


Integração de plataformas e sinergias operacionais

A aquisição do LinkedIn possibilitou a integração de suas funcionalidades e recursos com as soluções já existentes da Microsoft, criando sinergias operacionais e oferecendo maior valor aos usuários.

A integração do LinkedIn com produtos como o Office 365, o Dynamics 365 e o Azure permitiu a criação de novos serviços e a otimização de processos nos campos de vendas, marketing, recursos humanos e gestão de talentos.

Além disso, a aquisição proporcionou a oportunidade de desenvolver e aprimorar recursos de Inteligência Artificial (IA) e aprendizado de máquina, com base nos dados e informações gerados pelos usuários do LinkedIn.

Isso resultou em inovações como o LinkedIn Sales Navigator, que utiliza IA para auxiliar equipes de vendas na identificação de leads e na construção de relacionamentos profissionais.


Reforço da posição no mercado de tecnologia e redes sociais

A compra do LinkedIn pela Microsoft fortaleceu a posição da empresa no mercado de tecnologia, expandindo seu portfólio e aumentando sua presença no segmento de redes sociais.

O LinkedIn tornou-se uma plataforma essencial para profissionais e empresas, com mais de 774 milhões de usuários registrados em 2021, gerando receitas significativas por meio de publicidade, assinaturas premium e soluções de recrutamento.

A aquisição também permitiu que a Microsoft competisse de forma mais efetiva com gigantes do setor, como Google e Facebook, ao oferecer soluções integradas e diferenciadas para o mercado empresarial.

Em resumo, a compra do LinkedIn representa um exemplo bem-sucedido de M&A, demonstrando como a integração e a inovação podem gerar sinergias valiosas e reforçar a posição de uma empresa no mercado competitivo de tecnologia e redes sociais.


A união entre AB InBev e SABMiller

A criação de um gigante no setor de bebidas

Em 2016, a AB InBev, maior fabricante de cervejas do mundo, concluiu a aquisição da SABMiller, sua principal concorrente, por aproximadamente US$ 107 bilhões.

A fusão entre as duas empresas deu origem a um gigante no setor de bebidas, com uma participação de mercado estimada em cerca de 30% e um portfólio de mais de 500 marcas, incluindo Budweiser, Stella Artois e Corona.


Expansão geográfica e consolidação do portfólio

A fusão entre AB InBev e SABMiller permitiu uma expansão geográfica significativa, especialmente em mercados emergentes, como a África e a América Latina, onde a SABMiller possuía uma forte presença.

Além disso, a consolidação do portfólio de marcas das duas empresas proporcionou um aumento na escala de produção, aprimorando sua eficiência operacional e capacidade de negociação com fornecedores e distribuidores.

Benefícios financeiros e operacionais da fusão

A união entre AB InBev e SABMiller gerou benefícios financeiros e operacionais substanciais para ambas as partes. Por meio da fusão, a AB InBev conseguiu realizar economias de escala, otimizar suas operações e reduzir custos.

Estima-se que as sinergias resultantes da fusão tenham gerado economias de aproximadamente US$ 2,45 bilhões até 2020.

Além disso, a fusão proporcionou maior poder de mercado para a empresa resultante, possibilitando a definição de preços e a implementação de estratégias de marketing mais eficazes.

No geral, a fusão entre AB InBev e SABMiller exemplifica como operações de M&A bem planejadas e executadas podem resultar em benefícios financeiros e operacionais consideráveis, fortalecendo a posição de mercado das empresas envolvidas e consolidando sua liderança no setor.

Por meio de fusões e aquisições acertadas, as organizações podem expandir seu alcance geográfico, diversificar seu portfólio, otimizar suas operações e aumentar sua participação no mercado.


As experiências da Disney com a Marvel, da Microsoft com o LinkedIn e da AB InBev com a SABMiller servem como exemplos inspiradores para os profissionais do setor, evidenciando o potencial transformador das operações de M&A quando conduzidas com habilidade e visão estratégica.

Commenti


E-books

CTA_01-1-250x300.png
bottom of page