Como o blockchain pode mudar o mercado financeiro?

6 minutos para ler

Você já ouviu falar do blockchain? É cada vez mais comum ouvir que ele pode mudar o mercado financeiro e a forma de realizar transações. Hoje, vamos explicar o porquê disso. Antes de qualquer coisa, porém, é preciso saber do que se trata esse sistema.

Ao realizar qualquer transação financeira, é certo que você já percebeu a presença de um órgão ou ente centralizador. Imagine, agora, ter a possibilidade de fazê-lo sem a necessidade de supervisão ou regulação. É isso que o blockchain propõe.

Em suma, ele diz respeito a um sistema descentralizado, seguro e que permite autonomia aos envolvidos nos processos. Se você deseja entender mais sobre o assunto, não deixe de prosseguir com sua leitura!

Destaques do blockchain atualmente

Há mais de dez anos e amplamente relacionado ao Bitcoin — a famosa moeda criptografada —, surgiu o blockchain. Não demorou para que o mercado de finanças percebesse que mais sistemas de pagamentos e moedas poderiam movimentar-se por meio de seu modelo de negócios, que vai além do tradicional. Com isso, muitos destaques podem ser atribuídos a ele na atualidade.

Atuando como um sistema em blocos, ele armazena dados daqueles que realizam transações em diversos pontos ao longo da rede. Além disso, trabalha com contratos inteligentes. Isso significa que suas regras são seguidas em qualquer lugar do mundo. Finalmente, ele utiliza a criptografia para proteger as informações dos investidores.

Todos esses benefícios são amplamente utilizados não só em processos de compliance, compensação e no mercado internacional. Eles são cada dia mais unidos a tecnologias como Inteligência Artificial e Internet das Coisas. Assim, garante que haja acesso a:

  • privacidade;
  • agilidade;
  • segurança;
  • transparência;
  • autonomia;
  • descentralização e muito mais.

Tais características são fundamentais para estimular a produtividade e a segurança de dados das empresas da atualidade. É por isso que processos de M&A, due dilligence, IPOs e Venture Capital costumam contar com o sistema em blocos.

Benefícios do blockchain

Além dos citados, há outros benefícios práticos em relação ao blockchain. Eles afetam organizações que contam com a presença de dados confidenciais e sensíveis e maximizam a efetividade de suas operações. Confira como.

Registro de transações

Ao unir seu sistema em blocos com criptografia, o blockchain permite que as transações realizadas sejam registradas. Isso promove segurança para o processo sem afetar a privacidade. Afinal, o registro é realizado no anonimato. Além disso, ele não pode ser alterado.

Otimização de custos

Como é descentralizado por natureza, esse sistema tecnológico minimiza a necessidade de contratação de intermediários e gastos com centrais. Assim, são reduzidos os custos do processo. Tempo também é outro recurso que pode ser otimizado, afinal é dispensado o serviço de registros privados de transações.

Confiabilidade

Mesmo de maneira anônima e criptografada, o registro de transações — independentemente de onde elas ocorrem — aumenta amplamente o grau de confiabilidade do processo. Desse modo, empresas que dependem de segurança em seu dia a dia para lidar com seus dados e finanças podem fazê-lo com tranquilidade.

Para o mercado de M&A, essa é uma excelente notícia. Afinal, será possível aliar as vantagens promovidas pelo blockchain com o uso de um Data Room Virtual para aprimorar ainda mais a eficiência dos processos. Do começo ao fim, as companhias envolvidas em fusões e aquisições poderão trocar informações sob proteção de criptografia e da inovação tecnológica apresentada pelo sistema em blocos.

Combate às fraudes

A imutabilidade é um dos muitos destaques do blockchain em termos de vantagens. Uma vez que fraudes são preocupações constantes no que diz respeito às transações financeiras, ela pode ser muito útil. Por meio desse recurso, pessoas mal-intencionadas no meio cibernético não podem alterar dados.

Perspectivas para o mercado financeiro

Conforme dito, o blockchain não atua mais sozinho. Apesar de eficiente, as empresas percebem cada vez mais os benefícios de uni-lo a tecnologias e inovações como IA e IoT. Dessa forma, o mercado se torna passível de aproveitar muitos facilitadores que estão por vir.

Acesso facilitado aos serviços financeiros

Agilidade na troca de informações, pagamentos simplificados e acesso amplo a dados com segurança são apenas o começo. É esperado que os ambientes virtuais se tornem cada vez mais customizados para a experiência do usuário. Hoje em dia, a presença de DRVs — sigla de Data Room Virtual — extremamente modernos já comprova isso.

Aumento da segurança das informações

O vazamento de dados pode afetar companhias de todos os tipos. Além de problemas legais — advindos do surgimento da LGPD, que entraria em vigor em agosto de 2020, mas pode ter sua data alterada em função de um novo projeto de lei —, sua imagem corporativa é colocada em risco. Junto a ela, é afetada a credibilidade e a autonomia da organização. A perspectiva é que o blockchain reduza ao máximo as possibilidades de intercepção de informações, garantindo segurança a elas e às suas respectivas organizações.

Além desses pontos, algumas mudanças também podem ser citadas. A aplicação de um protocolo de confiança, que já guiava operações com Bitcoins e agora foi estendido para todas as transações, tende a proteger ainda mais o sistema. Aliado à transformação digital das empresas, o sistema em blocos passará a atender automações, cadeias de suprimentos e demais serviços além dos financeiros.

Resultados esperados com as mudanças

Com as mudanças citadas, espera-se a criação e desenvolvimento de uma nova economia de confiança baseada no blockchain. Ela se baseará em transações chamadas de P2P, ou seja, de pessoa para pessoa. Isso será feito de forma completamente autônoma e sem a necessidade de interferência de órgãos centralizadores.

No futuro, espera-se que todas as transações demorem segundos para serem realizadas em vez de dias. Tanto para o setor B2B quanto para o B2C, isso tende a ser extremamente proveitoso, pois aprimora a produtividade das equipes e aumenta a satisfação dos clientes finais. Assim sendo, há muito o que esperar em termos de benefícios para os próximos anos e em relação ao blockchain.

E aí, gostou das informações deste artigo? Se você deseja continuar recebendo novidades sobre o mercado financeiro, M&A, segurança de dados e Data Room Virtual, não deixe de assinar nossa newsletter agora mesmo.

Posts relacionados