Aquisições bolt on e tuck in: conheça as semelhanças e diferenças

6 minutos para ler

Quando falamos da fusão ou aquisição de empresas, muitos são os termos que fazem parte desse processo. Alguns, como é o caso das aquisições bolt on e tuck in, são tratados como sinônimos. No entanto, profissionais do ramo devem estar atentos e sempre evitar esse tipo de erro.

Saber as diferenças entre esses conceitos é fundamental para, no momento do M&A, adotar a estratégia certa. Desse modo, você evita prejuízos e garante que as escolhas sempre serão capazes de atingir os objetivos esperados. Para ajudar a entender como esses tipos de aquisições funcionam, preparamos este post. Continue a leitura e saiba como os termos bolt on e tuck in se diferenciam!

O que são aquisições bolt on?

Elas ocorrem quando uma empresa faz a aquisição de outra sem executar a união completa das suas operações. Isso pode, em alguns casos, permitir que as marcas se mantenham separadas (ainda que a sua estrutura financeira seja, de certo modo, integrada). De tal maneira, o negócio aproveita os conhecimentos e habilidades de outro sem executar uma absorção completa de suas atividades.

Essa estratégia é utilizada por empresas que pretendem ampliar o seu escopo de serviços, mas optam por não acabar com uma marca que seja reconhecida pelo mercado. Em geral, a estratégia gera benefícios para ambos os envolvidos, pois:

  • permite ao negócio adquirido ampliar a sua escalabilidade e incorporar novos processos e recursos operacionais;
  • permite ao negócio que fez a aquisição ter um novo mercado de atuação, com recursos técnicos já solidificados e um bom número de clientes fidelizados.

Um setor em que aquisições bolt on é muito comum é o alimentício. Uma empresa que trabalha com a fabricação de biscoitos, por exemplo, pode adquirir uma companhia focada em alimentos integrais sem terminar com a marca.

Assim, ela vai entrar em um novo ramo sem ter que fazer todas as mudanças necessárias nas suas estratégias para que o consumidor a reconheça como um fornecedor confiável de alimentos tradicionais e integrais. Em outras palavras, ambas as marcas se manterão ativas no final do processo, aproveitando os seus pontos fortes para gerar mais vendas.

O que são aquisições tuck in?

São aquelas em que uma empresa adquire outra e a transforma em uma divisão interna. Essa estratégia é utilizada por negócios que buscam aumentar a sua competitividade a um custo menor do que estruturar novos processos manualmente. Desse modo, amplia-se o portfólio de produtos e serviços com rapidez, sendo um investimento de alto custo-benefício, pois geralmente resulta em aumento de receitas.

Podemos tomar como um exemplo prático de aquisição tuck in um empreendimento de desenvolvimento de sistemas que realiza a aquisição de uma startup focada em inteligência artificial. Esse processo dará ao negócio a habilidade de oferecer aos seus usuários aplicações com recursos de IA integrada, tudo isso sem passar pelas rotinas de aquisição de infraestrutura, busca e treinamento de equipes.

Assim, no final do processo, a empresa que fez o investimento terá conquistado novos diferenciais diante de seus concorrentes. Essa transição será feita com menos riscos do que o investimento em novos profissionais e nos treinamentos necessários. Como consequência, as chances de lucros são maiores.

Quais são os benefícios das aquisições bolt on e tuck in?

Todo negócio busca expandir a sua presença no mercado ao longo do tempo. Para atingir esse objetivo, várias são as alternativas possíveis. Melhorar os processos de venda e otimizar as rotinas internas são duas estratégias tradicionais que dão mais competitividade para a empresa diante de seus concorrentes.

A escolha por um projeto de investimentos que envolva fusões e aquisições também é um caminho viável. Contudo, antes de começar o processo de valuation de um empreendimento, é importante entender como os tipos de aquisições funcionam e os seus impactos na continuidade da empresa. Veja a seguir alguns dos benefícios de apostar em aquisições bolt on e tuck in para tornar a sua empresa mais lucrativa!

Facilitação de acesso a novos mercados

Por meio das aquisições bolt on e tuck in, reduz-se grande parte do tempo necessário para se adequar às demandas de um novo mercado. Afinal de contas, o tempo com treinamentos, investimentos adicionais e adaptações será diminuído.

Isso permite a adaptação a novos cenários em menos tempo. Todas as mudanças serão focadas em adaptação de regras de compliance e rotinas de gestão, dispensando treinamentos e a busca por novos profissionais.

Redução de riscos

Todo negócio busca reduzir os riscos das suas operações. Isso vale especialmente para projetos de alto valor, como aquisições: fazer uma má escolha pode prejudicar grande parte da lucratividade da empresa a médio e longo prazo.

Processos de aquisição tuck in e bolt on minimizam esses riscos, visto que o empreendimento vai unir as suas operações a um já consolidado entre os clientes e parceiros comerciais. Isso evitará boa parte dos riscos relacionados à entrada do zero em um novo setor ou mercado.

Aumento de competitividade

A experiência de um empreendimento já consolidado garantirá mais competitividade para aquele que o adquiriu, seja em casos de absorção completa ou parcial. Afinal, as trocas de saberes serão mais simples e funcionais, deixando a empresa mais competitiva e lucrativa. Atingir novos clientes ou fidelizar os antigos com novos produtos não será mais um grande desafio. Assim, a empresa se destaca e chega ao almejado sucesso.

As aquisições fazem parte do processo de crescimento das corporações. Elas demonstram a habilidade (ou o desejo) de ampliar a atuação no mundo dos negócios, bem como apontam o sucesso de abordagens anteriores utilizadas pela companhia ao definir estratégias de vendas.

Portanto, gestores devem sempre tratar como algo estratégico a possibilidade de realizar aquisições. Seja para aumentar o market share ou trabalhar em novos setores da economia, essa é uma ótima alternativa. Porém, para dar certo, é importante entender o que termos como tuck in e bolt on significam. Assim, você poderá escolher o caminho adequado para investir com segurança.

Gostou deste post? Então, acesse nosso outro post e saiba mais sobre os tipos de fusões e aquisições existentes e veja qual é a melhor para o seu negócio.

Posts relacionados