7 dicas para atrair investidores para a empresa

6 minutos para ler

Atrair investidores é o sonho e o objetivo de qualquer empresa, desde as que estão começando até aquelas que se consolidam sem nunca se acomodar no mercado.

Você está entre esses profissionais que buscam constantemente por novas oportunidades para levantar aportes, parcerias e se desenvolver? Não existe fórmula para esse processo, mas algumas dicas vão facilitar muito a sua busca.

Preparamos este artigo exatamente para isso: ao longo do texto, você verá 7 pontos a serem considerados e por que cada uma delas é relevante a seu momento. Boa leitura!

1. Não busque investidores sem um plano de negócio

Vamos começar pelo que talvez seja o maior erro e o mais comum entre empresários, empreendedores e gestores em busca de investimento: a falta de preparação.

Ao contrário do que filmes e programas de TV muitas vezes dão a entender, é bem raro que uma ideia por si só atraia investimentos. Seria quase que como investir na construção de um prédio depois de ver apenas o desenho da fachada no papel.

Para conseguir investidores, você vai precisar de um alicerce: qual é a ideia, como ela pode ser viabilizada, como você a está validando, quais são seus objetivos a curto, médio e longo prazo e o que é preciso para alcançá-los.

Isso tudo faz parte do que chamamos de plano de negócio, um misto de estrutura e guia de estratégias que vão mostrar aos interessados onde exatamente estão entrando e o que será feito da ajuda que oferecerem, o que ganharão em retorno.

2. Conheça seus números como ninguém

Outra questão importante dentro desse plano são os números, os valores. Quando você começar a conversar com investidores, vai perceber que muitas das perguntas serão voltadas para receitas atuais, potenciais de lucro, valuation, despesas previstas etc.

Conhecer bem seus números não só facilita seus argumentos como passa mais segurança e confiança no negócio para os possíveis investidores. Nada é mais atraente para eles do que um empreendedor que sabe bem onde está e onde quer chegar.

3. Trabalhe e ensaie o seu pitch

E esse é um bom gancho para outra parte que atrai e conquista investidores: a sua apresentação. Pessoas interessadas em criar parcerias com negócios recebem propostas diárias e muitas delas são boas ideias que podem se tornar grandes empresas.

O que pode destacar uma delas, então, de tantas outras? A resposta é sempre o pitch. Apresentar-se bem nem sempre significa falar com desenvoltura ou ter um PowerPoint visualmente incrível. O que eles querem é confiança e propriedade.

Uma boa ideia, inclusive, é ensaiar um pitch para cada situação: com apoio visual, sem apoio visual, para uma pessoa, para uma plateia, etc.

O mais interessante entre esses é o elevator pitch, ou apresentação de elevador. A ideia é ter sempre na ponta da língua um argumento atrativo e certeiro que atraia a atenção em segundos para seu projeto.

4. Amadureça o negócio o máximo que for possível sem investimentos

Falamos ali em cima como ideias soltas não são suficientes para atrair investidores. Muitos deles preferem apostar em negócios que já possuem receita e foram validados — uma escolha com menos riscos.

Com as ferramentas e serviços tecnológicos atuais, quase qualquer ideia pode ser testada no mercado, mesmo que de forma limitada. Por isso, para potencializar a chance de conseguir investimento, coloque sua ideia na rua, forme um público inicial, materialize seu plano.

Mesmo que seja apenas um primeiro passo, vá até onde dá sem ter que comprometer todo seu dinheiro ou seu tempo. Alguns degraus já fazem muita diferença na hora do pitch.

5. Participe de eventos na área

Com as dicas até agora, você se prepara para chamar a atenção em qualquer apresentação com investidores, mas por que gastar seu tempo e esforço em áreas que o retorno é baixo?

Por exemplo, se o empreendedor tem a ideia de um restaurante, ir atrás de pessoas que investem muito em mercado imobiliário não faz muito sentido.

É hora de acompanhar e se introduzir na comunidade de empresários que você quer fazer parte. Faça contatos, discuta em seminários, conheça ideias similares. Essa troca não só vai enriquecer seus conhecimentos sobre o setor como lhe colocar em contato com potenciais parceiros naturalmente. 

6. Busque plataformas alternativas

Hoje, o investimento não existe apenas no modelo tradicional. Existem plataformas de crowdfunding, de apoio recorrente, de vitrine online de empresas, diversas formas para apresentar sua ideia e atrair pessoas interessadas nela.

São soluções muito eficientes, por exemplo, em negócios de nicho. Na internet é muito mais fácil encontrar pessoas que se alinham com seus objetivos e que, por isso, irão engajar não apenas dinheiro, mas paixão na empresa que construirão juntos.

7. Preste atenção nos cuidados para atrair investidores

A preparação baseada nesses pontos que listamos já vai dar uma base suficiente para que você saia na frente de tantos outros profissionais buscando investimentos para seus negócios.

Mas, antes de você partir para a ação, queríamos terminar o artigo com alguns cuidados, mandamentos que você não pode esquecer se quer ter sucesso em um mercado tão difícil. Veja:

Não mentir

Você se espantaria em saber quantas pessoas mentem em seus pitchs para conseguir investimentos. Lucros absurdos, valuations completamente fora da realidade, objetivos inalcançáveis.

Essa estratégia pode ajudar a chamar atenção de cara, mas vai queimar o profissional logo em seguida. Investidores com experiência sabem bem o valor de novas ideias e conseguem perceber quando alguém está mentindo. Seja sincero, acredite no potencial do seu projeto.

Não aceitar qualquer proposta

Esse é um erro comum que vem da afobação de quem quer ver seu negócio deslanchar. Investidores conseguem perceber a ansiedade do empreendedor e muitas vezes se aproveitam disso: oferecem dinheiro em troca de um retorno muito maior do que o valor investido.

Não caia na tentação. Estude propostas. Negocie. Se sua ideia é boa, se sua empresa tem potencial, condições melhores sempre vão surgir.

Não desistir

Quais características um empreendedor precisa ter para ser bem sucedido? Você pode citar capacidade de inovação, flexibilidade, dinamismo, visão de mercado, entre muitas outras.

Mas talvez nenhuma impacte tanto quanto a persistência. Cultivar um negócio é um trabalho sem fim e a busca por capital para crescer também. Você vai receber muitos nãos, vai ver concorrentes surgirem, vai ter dificuldades em aplicar seu plano de negócio.

Quem resiste e enxerga oportunidades em cada obstáculo é quem progride de verdade. E se você quer atrair investidores, além de todas as dicas que demos, você vai precisar continuar mostrando sua ideia, não importa o que aconteça.

E aí, gostou do artigo? Então assine a nossa newsletter!

Posts relacionados